fevereiro 19, 2011

Inspirado em Ronaldo, Marcos diz que aposentadoria será 'muito triste'

 

 

Goleiro do Palmeiras lamenta despedida do Fenômeno e já pensa na própria, ao fim desta temporada. Felipão quer preservar ídolo.

 

Marcos Palmeiras (Foto: Diego Ribeiro / Globoesporte.com) 
A aposentadoria de Ronaldo já faz Marcos pensar em como serão seus últimos dias como jogador de futebol. Aos 37 anos, o goleiro deve pendurar as luvas em dezembro, depois do Campeonato Brasileiro. Antes disso, ele pretende atuar em bom nível ao longo da temporada e fechar bem uma jornada de muitas conquistas pelo Palmeiras, único clube de sua vida.
Nesta sexta-feira, Marcos já deu algumas mostras da saudade que sentirá do futebol. Bastante animado, como sempre, ele já fala em tom emocionado quando analisa sua carreira de 18 anos no futebol. Inspirado na despedida de Ronaldo, e também de Washington, do Fluminense, ele garante que será difícil conter a emoção.
- Não sei se sou fora de série, mas treinei muito para conquistar meus objetivos e me machuquei muito por isso, por não ter limite. Então, quando um Washington para, um Ronaldo para, fico pensando na minha vez. Vou chorar, óbvio, pois é minha profissão há 18 anos, com toda a dificuldade, toda a cobrança. Pensamos em um monte de coisas, mas infelizmente a hora chega e você tem de se preparar para isso - disse o camisa 12.

Não é por dinheiro que jogo, é pelo prazer" (Marcos)

No início da entrevista, ele até brincou e disse que "se tivesse a conta bancária do Ronaldo, aposentaria-se agora". Sinais também do cansaço, das dores intermináveis que tem de superar para estar em campo e exercer a função que tanto ama. Atualmente, Marcos está com um problema muscular na perna direita em função do esforço excessivo que tem feito no local - justamente para poupar o joelho esquerdo que o deixou fora de combate desde o ano passado.
- Não é pelo dinheiro que jogo, é pelo prazer. Muitas vezes já fiquei triste e pensei em abandonar, mas a vontade e o amor que você tem pelo futebol fazem você batalhar por tudo aquilo só para a torcida gritar seu nome de novo. Essa despedida vai ser muito triste para mim - admitiu Marcos.
Amigo e técnico, Luiz Felipe Scolari quer preservar Marcos para que ele não sofra mais com dores depois de encerrar a carreira. Bastante sincero e preocupado, Felipão diz querer o goleiro por perto durante muito tempo.
- Ele teve alguns problemas, não quero que esse problema do joelho seja maior ainda. Quero ter o Marcão ali gordinho, careca, não quero que ele sofra mais do que está sofrendo agora por não jogar - desejou Felipão.

2 comentários:

Beijos e até o próximo capítulo *-*

Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal