fevereiro 17, 2013

Begin Again - Parte 17


[...]

JB: Ei, volta aqui.
L: Pra quê?
JB: Pra eu te embriagar de verdade.
L: Sério? Com vodka ou tequila?
JB: Nenhum dos dois.
L: Wíske?
JB: Não.
L: O quê então?
JB: Amor. O meu amor.
L: Justin...
JB: Shhh Loi, isso é o certo a fazer

    Eles continuaram o beijo por mais alguns minutos até que Loi termina o beijo e entra sem dizer nada.
Blog de rafaelababy : ✿╰☆╮Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄ƷTudo para orkut e msn, Barrinhas divisorias
    Passaram-se então 2 dias, Loi estava muito confusa com o que estava acontecendo em sua vida. A morte de Henry, suas brigas cm Carly e Justin, faculdade, a música, TUDO. Mais principalmente Henry, por mais que tenham passado 6 meses, ela ainda sente falta, afinal, o que eles viveram juntos é inesquecível, o amor que ambos tinham um para com o outro era inexplicável e ela meio que se sentia culpada de alguma forma por ter correspondido o beijo de Justin, culpa por achar que estava "traindo" seu falecido namorado.
Loi estava bem distraída no banco da praça quando Justin chega:
JB: Loi?
L: Justin... oi
JB: Precisamos conversar Loi
L: É, eu também acho que precisamos, quer dizer, eu tenho certeza que precisamos.
JB: Aqui ou na sua casa mais tarde?
L: Mais tarde não Justin, agora
      Eles foram pro balanço e ficaram conversando:
JB: Olha Loi, eu sei que você está se sentindo culpada por ter correspondido meu beijo, mais você não precisa se sentir assim porque o próprio Henry disse pra ficarmos juntos e a gente se ama
L: Justin, pra mim não é tão fácil como é pra você poxa :/ você tem que entender, tem que esperar meu tempo ...
            O silêncio tomou conta por alguns minutos e...
JB: No 3 em !
JB+L: 1,2,3
A: AAAAAAAAAAAAAAA hahahaha
JB: ... eu acho que esse tempo acabou Loi
JB: É tão dificil pra você entender que eu preciso de você? Que é com você que eu quero rir, chorar, passar todos os momentos felizes e tristes? É DE VOCÊ QUE EU PRECISO. Serio preciso de você, vem viver essa história comigo, vem fazer parte da minha vida agora minha princesa!
L: Eu te amo Justin

"Era só mais uma tarde qualquer como todas as outras até que eu conheci um alguém. Esse alguém não era um alguém qualquer, eu mal podia adivinhar que ia se tornar meu melhor amigo. Os dias foram se passando e a cada dia que passava agente se falava mais e mais, até que chegou a um certo ponto de um ficar com ciúmes do outro. Ele se tornou meu anjo da guarda, e eu a princesa dele, ele sabia tudo sobre mim, e me protegia e me ajudava. Você, só você, mesmo de longe me passa uma calma uma tranquilidade que ninguém nunca passou. Ele chega ser até mais que amigo, chega a ser um irmão, briga comigo quando eu estou errada, quando eu não quero tomar remédio, se preocupa comigo. Ele que aguenta meus surtos, ataques, minhas reclamações, minhas tristezas, minha idiotice, você que do nada se tornou tudo. Meu anjo sem asas."

... 6 Meses depois ...
Eloise P.O.V

“ O teu toque e teu cheiro se entrelaçando ao meu enquanto nossas respirações colidem em uma perfeita simetria. Meu corpo, seu corpo, nosso corpo sendo um só, unindo e se colidindo. Sem pensar em mais nada, só em nossos movimentos repetitivos. Indo e vindo, como se nada fosse mais importante. Na verdade, não era. Nosso cobertor novamente estava aquecido, queimando, ardendo ou quase explodindo. Estávamos nos colidindo novamente, tocando-se, encostando-se, lábio e pele, textura por textura. Em cada minuto eu sentia diferente, você me sentia de olhos fechados, podendo me ouvir, em um som agudo e repetido. Enquanto acelerava e esse agudo aumentava.
Quantos arrepios. Quanta ofegância. Quanto eu e você. ”
           Antes de dormirmos, tomamos um banho e Justin ficou acariciando minha cabeça e de repente me lembro de Henry...
L: Até quando isso?
JB: O que foi minha princesa?
L: Eu já tentei mais eu não consigo não lembrar do Henry. Olha Justin, eu sei que já está chato isso mais eu não consigo, por mais que eu tente não dá sabe? Tipo, o que vivemos foi uma história de amor incrível mais ele se foi, eu sei, mais eu não quero mais isso entende? Eu quero é só pensar na gente agora, não quero me sentir culpada com as coisas que faço. Hoje, foi a nossa primeira vez ... e foi tão incrível, tão perfeito mais aí eu acabo ......
JB: Shhh, não precisa tentar explicar, eu entendo você e sei tudo que vocês viveram juntos. Tudo tem seu tempo, e eu tô aqui com você agora. Eu te amo minha princesa -beijo-
            Já disse o quanto ele é incrível?
Ele sempre me entende, eu o amo.


Gente, que tal vocês darem sugestões e ideias pro próximo capítulo? Vocês me ajudariam bastante porque está tão corrido pra mim postar todos os dias (:
Aviso:

- Cliquem aqui pois fiz um selo especialmente para as minhas leitoras.
Deixem o Twitter de vocês nos comentários para eu poder mandar todos os capítulos por favor. Obrigada!



    

3 comentários:

  1. Continuuuuuuuuua Lindaa .. Tá P-E-R-F-E-I-T-A *--* .. Eu só num te dou nenhuma sugestão pq sou péssima em IB não tenho nenhuma criatividade ://

    ResponderExcluir
  2. Amou minhas sugestão? Ah, que bom, fico feliz *-* Vamos ver se sai mais alguma coisa da minha cabeça kkkkk bom, agora que eles já estão juntos e tal, acho que o Justin poderia sei lá, fazer algumas coisas românticas, mas que fizessem ela parar de pensar um pouco no Henry. Acho que ela ta muito presa nele ainda, ela mesma tem que ver que isso de uma certa forma, ta atrapalhando a vida dela e que por mais que doa, ela tem que seguir em frente! Bom, é isso kkkk Ta muito perfeito amore, continuaaaaaaaaa

    ResponderExcluir

Beijos e até o próximo capítulo *-*

Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal