agosto 13, 2013

Fall - Capítulo 24

Capítulo 24 - Chega Justin
 
"Contanto que você me ame, poderíamos estar passando fome, poderíamos estar sem casa, poderíamos estar sem dinheiro.."

[...]
Desculpa pela demora, estava sem ideias. 

Minhas Beliebers são incríveis, as pessoas ao meu redor são incríveis. Cara, eu consegui o prêmio que tanto desejei durante anos, cheguei a pensar que nunca iria conseguir, mas não, eu consegui e estou muito feliz por isso.


" Desmentindo rumores sobre o término do nosso relacionamento. Isso jamais vai acontecer, decidimos ficar juntos durante um longo tempo e não serão esses rumores idiotas que mudará isso. Eu amo você minha pequena princesa, minha Mary Jane Good e eu sempre estarei por perto, mesmo quando você não quiser estarei lá para te ajudar no que for preciso. Ela é minha melhor amiga, ela sempre foi boa para mim :) "

_  Porque você é tão perfeito?
_  Porque eu tenho você comigo.

É que nem na música do Collie Buddz, a música tem o nome de Jan e diz mais ou menos assim: 


Mary Jane, ela é minha melhor amiga, ela sempre foi boa para mim. Ela veio me manter distante de todos os problemas, ela sempre esteve perto de mim. Alto grau de alta qualidade, é o tipo de amor que ela me dá.


Quando escrevi Fall, eu já estava com 99% de certeza que eu estava apaixonado por ela. Mary sempre esteve do meu lado, em todos os momentos e já aguentou muitas coisas por minha culpa, mas nunca desistiu de mim, nunca desistiu de nós.

Ela esteve ao meu lado em todos os momentos, inclusive quando eu me internei para me livrar das drogas, no começo ela ficou chateada mas depois me pediu desculpas e eu a entendi, afinal, eu tinha prometido parar e ela me viu usando de novo, deve ter sido a pior cena já vista por ela.

Eu lhe tornei mulher, foi uma noite incrível, com ela foi diferente das outras, foi mais especial, foi perfeito, era como se fôssemos apenas um. Foi único.


[...]

Mais de duas semanas sem ver Justin, sinto falta. Ele nem me ligava, e quando ligava era pra dizer poucas palavras, mas as mais lindas que eu podia ouvir sair da boca dele. Essas coisas de namorados sabe?

Era mais uma manhã fria no Canadá e eu acordei logo cedo, fiz minha higiene pessoal, tomei café da manhã e entrei nas redes sociais, e achei estranho algumas mentions dizendo para eu ficar bem, que as Beliebers estavam comigo e que era pra eu perdoar o Justin.

Afinal, perdoar pelo o que? O que foi que esse garoto aprontou dessa vez?

Fui procurar saber o motivos das mentions quando me deparo com duas seguintes notícias em vários sites famosos.


Justin Bieber é fotografado deitado no colo de loira misteriosa em Las Vegas link .
No dia 16 de junho, Justin Bieber esteve no Vegas Indoor Skydiving, em Las Vegas, uma empresa especializada na simulação de skydiving ou salto de pára-quedas. Na ocasião,poucas fotos do cantor e seus amigos no local foram divulgadas, mas nesta segunda-feira (24), o site E!Online divulgou uma foto da captura das câmeras de segurança do local, e na imagem Justin aparece deitado no colo de uma loira misteriosa. Confira a foto:


Click to view full size image

O E! não deu mais detalhes sobre a mulher, mas prometeu contar todos os detalhes sobre a identidade da loira, nesta segunda-feira, no programa de TV, E! News.


Justin Bieber é filmado com mulher no Las Vegas Indoor Skydiving link .

E parece que  o E! Online realmente tinha uma carta na manga. Achávamos que existia apenas uma foto de Justin Bieber deitado no colo de uma suposta mulher no simulador Las Vegas Indoor Skydiving, porém, há mais – muito mais. O tabloide publicou um vídeo do canadense com a  moça, cujo nome é Gabriela


Meu mundo foi ao chão

Como ele pode fazer isso? E não tem essa de "ah, ela é minha amiga e não foi nada demais", isso não é coisa de amigo, não faz o tipo dele deitar em colo de amigo cara.

_ Filha?  - disse minha mãe adentrando meu quarto e tirando minha atenção.
_ Oi?  - falei olhando pra ela e deixei uma lágrima escapar.
_ Que foi querida?
_ Olha isso mãe, ele não podia ter feito isso... não comigo.
_ Ei meu amor, se acalme. Deve ser alguém que ele conhece, uma dançarina, uma amiga..
_ Não mamãe, não é. Ele me enganou, ele me enganou.

Abracei minha mãe e deixei com que todas as lágrimas escapassem, eu estava sem chão, já não me sentia como antes, eu não queria sorrir, eu só queria chorar... eu preciso falar com ele, ele tem que me explicar isso . Preciso por um fim nessa história de vez.


[...]

Tinha acabado de acordar, graças à Deus estava de férias novamente e eu iria para o Canadá reencontrar todos. Achei estranho Jan não atender mais minhas ligações, eu nem ao menos sei o porque e acho que não teria um motivo para isso.

_  Justin, você é um mané mesmo.  - disse Twist adentrando o quarto.
_  Qual foi cara?
_  Viu o que fez? Você com uma mina linda como a Mary, totalmente apaixonada por você e você por ela vai lá e fica com outra?
_  Como assim? Do que está falando?
_  Vai dizer que não lembra de ter deitado no colo de uma garota chamada "Gabriela" ?
_  Mas..
_  Olha Justin, eu sei que não sou a melhor pessoa para dar conselhos, mas vá se desculpar porque ela está mal com isso.
_  Como sabe?
_  Escutei Pattie conversando com Scooter sobre ela que a mãe dela ligou e contou que ela não quer ver você tão cedo.
_  Mas eu não fiz nada porra.
_  Que não Justin, tem fotos e vídeos. E outra, eu não preciso de explicações, mas ela - apontou para a foto de Jan na mesa do meu quarto e continuou - merece explicações. Até mais ver Bieber.

Droga!
Como vou explicar isso pra ela agora? Que saco.
Peguei minhas coisas e fui pro carro a caminho do aeroporto. Não falei nada com ninguém, mas todos me olhavam com cara de "porque você fez isso seu idiota". Que saco, as vezes ser famoso me cansa.

_  Para aqui.  - falei assim que passamos de frente a casa de Jan.
_  Não Justin, depois você vem. Você precisa descansar.
_  Eu não quero descansar mãe, não estou cansado. E eu já disse pra parar aqui e não vou repetir.
_  Olha como você fala comigo Justin, se você está com raiva o problema não é meu. Por isso dei um tempo indo em suas turnês, você mudou, e muito. Eu já nem reconheço mais você, todos os dias são novas notícias, todos os dias são mais de seis garotas diferentes, todos os dias são álcool e drogas em festas e todos os dias novas tatuagens. Eu cansei, para de agir assim porque você só não está te derrubando como também derruba sua família, amigos e fãs. Chega Justin, chega. Você não precisa de tatuagens para ser bonito, não precisa arrancar sua roupa nos shows para ganhar fãs ou fazer coisas idiotas para que a mídia se lembre de você. Olha Justin, ninguém vai esquecer de você porque suas Beliebers não vão deixar, mas se for pra continuar agindo assim é melhor desistir de tudo e fingir que você nunca saiu do Canadá. Por favor Kenny, abra a porta que ele vai descer.

Senti que minha mãe deixaria as lágrimas escapar. Assim que ela me disse essas palavras, virou para o lado da janela e colocou a mão em seu queixo, esperando que eu saísse. Eu deveria sair? Porque por mais que doe em mim, é tudo verdade.

Eu nunca quis magoar minha mãe ou minhas fãs, eu nunca quis magoar as pessoas que confiam em mim porque me dói ver minha mãe passando por tudo isso sendo que ela me dava conselhos para que eu nunca fizesse coisas do tipo.

Kenny destravou a porta para que eu saísse e eu saí. Eu precisava conversar com Jan e depois de ouvir aquilo da minha mãe, fiquei com raiva.

Bati na porta algumas vezes e Jan abriu.

_  O que está fazendo aqui?
_  A gente precisa conversar Jan.
_  Não Justin, a gente não precisa.

Ela ia fechar a porta, mas eu não deixei e empurrei fortemente, entrando em seguida.

_  Mãe, o Justin quer conversar com a senhora. Vou pro meu quarto, tenho mais o que fazer.
_  Jan, para de bobeira.
_  Bobeira Justin? Bobeira é o que você fez comigo seu idiota, sério, você é um idiota. Agora por favor, saia da minha casa porque a última pessoa que quero ver é você.
_  Jan, vamos conversar. Eu posso explicar sobre aquela foto.
_  O que eu vi não tem explicações, qual é a sua? Você nunca deitou em colo de garota nenhuma.
_  Já, no seu.
_  Sim, porque eu era sua namorada.
_  Era?
_  Sim Justin, acabou tudo entre a gente. Por favor, vá embora.


[...]

Foi como se meu mundo tivesse sido destruído em milhões de pedaços. Aquelas palavras foram fortes demais, ela podia ter me ouvido antes de falar qualquer coisa do tipo.

Eu a amo tanto e eu jamais pensei em enganá-la com outra, eu nunca traí nenhuma de minhas namoradas e com ela não seria diferente. Eu não sei o que está acontecendo, mas ela jamais acreditou nessas notícias e sempre que saía alguma ela me perguntava se era verdade ou não.

Porque ela fez isso sem ao menos ouvir minha versão? Porque todos estão contra mim? Até minha mãe... E o pior é que é tudo verdade o que ela me disse antes de eu descer do carro e vir pra casa de Jan.

Eu sei que as coisas que fiz foram horríveis, mas eu me recuperei, eu estou limpo novamente e eu não quero que tudo volte novamente, eu gosto de ser o antigo Justin, mas as vezes eu me esgoto de tudo e tento me refugiar fazendo coisas erradas.

Quando terminei com Selena, fiz tudo o que fiz porque eu sentia falta dela e ao ficar com seis garotas em uma noite, me drogar e beber álcool pensava que tudo ficaria bem, mas não, ficou tudo pior do que já estava.

E isso estava fora do controle, até Jan aparecer, até ficarmos juntos e ela cuidar de mim, e eu preciso dela senão eu não vou mais conseguir, ela é o meu alicerce  é dela que eu preciso, e não de uma  garota qualquer.


[...]

A chuva lá fora estava forte, trovões a cada segundo e eu estava deitada no colo da minha mãe enquanto ela acaricia minha cabeça. Eu fiquei mal quando Justin veio aqui e eu coloquei um ponto final no nosso relacionamento.

Me levantei para pegar algumas guloseimas para minha mãe e eu quando meu celular tocou.

                       - Oi tia Pattie.
                       - Oi querida, Justin está aí com você?
Não, ele foi embora há alguns minutos atrás. Ele ainda não chegou?
                       - Não.
                       - Não está com os meninos?
                       - Liguei para todos, Ryan saiu com o pai dele, Chaz e Greg estão no boliche e Nolan na casa de Christian. Nenhum tem notícias de Justin e eu não sei mais onde procurar.

Sua voz soou preocupada e senti que ela iria chorar.

                       - Eu vou atrás ele, qualquer coisa te ligo.
                       - Obrigada Jan.

Droga, porque ele sempre faz isso?
Todas as vezes que algo o deixa mal, ele some como se ninguém fosse se preocupar, garoto fresco.

_  Onde vai?
_  Procurar o idiota do Justin, até agora ele não chegou e tia Pattie está preocupada.
_  Me ligue assim que tiver notícias.
_  Tudo bem.

Coloquei a blusa de frio dele que ele havia me emprestado outro dia e entrei no carro à procura do idiota.

A chuva estava ficando cada vez mais forte, eu mato o Justin por isso porque eu morro de medo de chuva. Mas era pelo bem dele, eu acho.

Dei voltas e mais voltas até vê-lo andando calmamente sobre a calçada de várias lojas e fumando um cigarro. Isso mesmo, ele estava fumando. Eu não acredito.

Senti o espírito ruim descer em mim e eu voei pra fora do carro o empurrando:

_  Qual é a sua em desgraça? Que inferno Justin, será que você não percebe que isso te faz mal? Pensa se alguém tirou fotos e suas Beliebers acabam vendo? Elas ficam mal com isso porra, todos que te amam ficam mal com isso.  - ele me olhava e continuava com o cigarro na boca. -  Tira essa merda daqui.  - peguei o cigarro e o joguei longe. -  IDIOTA! É isso que você é, um idiota. A cada dia eu fico mais decepcionada com você, o Justin que eu conheci não era assim e achava essas atitudes estúpidas, mas agora ele mudou tanto ao ponto de praticar as atitudes que antes odiava. Que raiva que eu estou sentindo, meu Deus. Entra na merda desse carro e toma esse porcaria de blusa de frio e vamos pra casa.

Tirei a blusa e joguei nele e entrei no carro. Ele entrou logo em seguida e ficou de cabeça baixa até chegarmos na casa de tia Pattie.

_  Justin? Oh meu Deus, onde você estava? Eu fiquei tão preocupada.
_  Desculpa mãe, desculpa.

Foram as únicas palavras que ele disse antes de subir pro quarto dele.

Passei as mãos em meu rosto e me desabei em lágrimas.

_  O que foi?
_  Ele estava fumando.
_  O que?
_  Eu fui atrás dele o o vi andando pelas calçadas e fumando. Falei um monte pra ele e joguei o cigarro fora, eu não aguento mais isso, sempre que ele fica mal ele tem que fazer algo de errado, que droga.
_  Vá conversar com ele.  - falou Scooter entrando na casa de Justin.
_  É melhor não.
_  Jan, ele não enganou você, ele nunca fez isso com nenhuma garota que ele namorou, vá lá conversar com ele.
_  Ok, liga pra minha mãe avisando que está tudo bem e que eu vou demorar a voltar.

Subi e Justin não estava no quarto, então quando estava saindo escutei um suspiro vindo do banheiro de seu quarto. Apesar do chuveiro estar ligado, ele acabou chorando alto e eu escutei. Porra, odeio quando ele chora.

_  Justin?
_  ...
_  Justin, posso entrar?

Decidi esperar sentada na cama dele, não demorou muito para que ele saísse já vestido e com os olhos um pouco inchados.

_  Pensei que já tinha ido embora.
_  Eu ia, mas precisamos conversar.
_  Não acha que já falou muito? Sei lá Jan, eu sei que eu errei mas suas palavras foram muito fortes, você pegou pesado.
_  Desculpa Justin, mas é que você me tira do sério. Que saco, porque você fez aqui? Não era preciso.
_  Você terminou comigo.
_  Claro, olha o que você fez.
_  Mas você sempre me escuta, só que dessa vez não quis nem saber o que eu tinha pra falar.
_  Claro, eu estava com raiva.
_  Eu amo você Jan.
_  Mas não podemos mais continuar.
_  Porque? A gente estava tão feliz.
_  Você sempre faz algo errado, você não pode continuar assim porque e se alguém que você ama de abandonar ou morrer você vai usar drogas com álcool até morrer? É assim que você se livra das coisas ruins que te acontecem?
_  É.
_  Para com isso, você sabe que é errado.
_  Então me ajuda porra.  - disse começando a chorar.
_  Não chora Justin.
_  Eu cansei.
_  Para.
_  Você já falou, agora é minha vez. Eu cansei de tudo, se eu soubesse que ser famoso iria ser tão ruim em certos pontos, nunca teria saído do Canadá. Eu não quero, mas acabo fazendo isso e depois me arrependo. Aí já é tarde demais.
_  Então para, que ai não vai precisar se arrepender.
_  Me ajuda Jan, eu preciso de você. Não é chantagem, eu só quero você como todos os dias, eu sei que você não quer por um fim nisso tudo porque você sabe que eu não iria enganar você. Eu te amo tanto pequena.

Ele estava chorando alto, aí ele chegou mais perto e ficou segurando meu rosto e falando olhando no fundo dos meus olhos.

_  Não chora Justin, por favor. Eu odeio quando isso acontece.
_  Desculpa, mas eu preciso tirar isso de dentro de mim.
_  Então me abraça, me abraça forte e não me solta nunca mais.
_  Eu te amo Jan.
_  Eu amo você Drew.

Ele me abraçou e logo parou de chorar.

_  Desculpa por tudo, desculpa por hoje. Eu não vou mais fazer isso, nunca mais.
_  Promete de verdade?
_  Sim, e se eu falhar pode terminar comigo e nem olhar mais na minha cara.
_  Tudo bem Drew, mas eu sei que isso não vai se repetir.
_  E não vai mesmo.
_  Então para de conversar e me beija logo porque senti saudades.
_  - sorriu pelo nariz - Linda !

Justin selou nossos lábios de uma forma lenta e apaixonada, um beijo perfeito. Cheio de saudades.

_  Desculpa Jan.
_  Esquece isso.
_  Fica comigo aqui hoje?
_  Vou ligar pra minha mãe.

Telefonei pra mamãe avisando e ela disse que tia Pattie lhe falou que eu ia dormir aqui.


Apenas vivendo esse capítulo, me emocionei com algumas partes haha


Mudei o nome da garota de "Jordan" para "Gabriela", é que eu amo a Gabi gente KKKKKKKKKKKK u.u


-------------------------- CONTINUA --------------------------

  • Participem do grupo no Face para ficarem atualizada com novos capítulos: aqui .
5 Comentários
Beijos,
Dani.

5 comentários:

  1. Eles são otimos melhores amigos e um casal perfeito !!! Amei o capitulo ta perfeito !!! Continua !!! By : Anne ^.^

    ResponderExcluir
  2. To percebendo o quanto vc me ama, não consegue me esquecer u.u ta perfeito e eu to amando, mas ainda quero ouvir as explicaçoes dele kkkkkkk continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  3. Esse capitulo ta perfeito princesa! Continua logo! Beijoo

    ResponderExcluir
  4. Amei o cap, mas tenho que admitir que é frescura e fiquei puta por que ela foi terminar só por que o moleque deitou no colo de alguém. A gente faz isso todo dia com alguma pessoa, não é motivo nem pra matar formiga. Mas tá, o resto, tá ótimo, como sempre. Continua, anjo.

    ResponderExcluir
  5. Flor, sera que você
    poderia divulgar por
    favor? iimaginebeliieber-
    br.blogspot.com

    ResponderExcluir

Beijos e até o próximo capítulo *-*

Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal