julho 30, 2013

Fall - Capítulo 18

Capítulo 18 - The Interview


"Eu queria que ela pudesse ver, o quão bom isso pode ser."
[ ... ]

Pareceu mais 5 segundos.

Ellen:  Começamos o programa de hoje, chamando uma convidada muito especial e quero que à recebam com muitos aplausos. Mary Jane, a melhor amiga de Justin. 

               Caminhei até o centro do programa com vários aplausos e gritos. Cumprimentei Ellen e a platéia e me sentei.

Ellen:  Suas mãos são sempre tão geladas?
Mary:  É a emoção de te ver haha
Ellen:  Está preparada? 
Mary:  Sim.
Ellen:  Lembrando que as perguntas feitas foram mandadas pelo twitter.
Mary:  Tudo bem.
Ellen:  Então vamos lá ... Você passou uma temporada com Justin e seus amigos na Disney né? Como mostram as imagens no telão ali atrás...



Ellen:  Como o Justin está? Ele realmente parou com as drogas?
Mary:  Ele está ótimo, até foi autorizado para ter seu celular e computador.
Ellen:  E ele conversa disso com você?
Mary:  Claro, por isso somos melhores amigos.
Ellen:  Qual o motivo dele ter usado drogas?
Mary:  Aí isso já é com ele, não comigo.
Ellen:  Sobre as fotos de vocês dois se beijando, o que nos diz?
Mary:  Que estamos juntos.

          A platéia começou a gritar e assobiar ao mesmo tempo. 

Ellen:  Oh meu Deus! Amizade colorida?
Mary:  Não, estamos juntos mesmo .. oficialmente.
Ellen:  E você pode nos dizer como é namorar Justin Bieber?
Mary:  Não, porque o Justin Bieber que vocês conhecem e tanto falam, é totalmente diferente do meu Justin. Olha Ellen, não querendo ser grossa com você, porque eu sei que você e Justin são muito amigos, mas eu tenho coisas para desabafar ... olha, não é fácil ser famoso, sei disso porque o acompanho desde o começo de tudo.Não é nada fácil pra ele, e pra mim também não está sendo. Justin sempre foi muito carinhoso comigo e nada nunca tinha acontecido entre a gente até nossas férias em Hamptons, é tudo muito novo pra mim, eu sei das consequências, só que eu quero isso pra mim, porque eu preciso dele sempre por perto. Falar que ele nunca errou e nunca vai errar é besteira, todos erram e não é pelo fato de ele ser famoso que é obrigado a ser certo sempre. Qual famoso nunca usou drogas? Todos que são pressionados como Justin é, usam, e nem adianta negar porque a gente sabe que é essa a verdade, e outra, isso é como se eles fugissem do problema, não digo que é o certo, porque não é, tanto é que fiquei esse tempo todo sem ver Justin e só fui lá hoje. No dia que ele internou, falei um monte pra ele e jurei nunca mais voltar, mas sabe como é, ele é muito amável  - sorri -  ele é incrível, cada detalhe dele é mais perfeito que o outro. Ele é todo perfeito. E outra, parem de criticar ele, parem de só falar besteiras ... e sim, digo isso em especial à TMZ que ama viver de mentiras dos famosos, nem sei como essa merda cresce porque todos sabem que esses idiotas vivem de mentiras. Foi muito bom conhecer você Ellen, Justin me falava muito, dizendo ele que você é maravilhosa, é não mentiu. Obrigada por hoje.
Ellen:  Eu quem lhe devo agradecer, porque eu estava esperando alguém com tanta coragem vir falar isso para todo o mundo. O prazer foi todo meu, e espero entrevistar Justin e você ainda esse ano, afinal, são o casal do ano.

                Nos despedimos e eu sai dali. Nunca fiquei tão bruta em toda a minha vida como fiquei hoje, e não me arrependo de nada que disse.


[ ... ]

O dia chegou, fiz minha higiene pessoal e me arrumei.




_  Onde vai assim?
_  Ver o Juss.
_  Ele vai colocar uma roupa daquela em você.
_  Ah, para de ser careta. Hoje está quente. Tchau. 

            Dei-lhe um beijo e chamei um táxi para ir à clínica.

_  Bom dia para o preguiçoso mais lindo de todo o mundo.  - falei me sentando em seu colo e selando nossos lábios.
_  Bom dia para a garota mais linda de todo o mundo... Então Jan, e essa roupa?
_  Não começa Bieber! Como se sente hoje?
_  Bem melhor, depois daquela sua entrevista tudo ficou ótimo.
_  Você viu eu nervosa, que lindo? haha
_  Você é toda linda. - disse me dando um beijo.
_  Assim vou ficar mal acostumada haha e vou querer me mudar pra cá.
_  Então vem, sinto sua falta.
_  Eu também meu anjo.
_  Ah, então quer dizer que estamos juntos oficialmente?
_  Depois dos acontecimentos, creio que sim.
_  Então o que acha de oficializarmos entre a gente?
_  Como?
_  É que eu ainda não te fiz uma pergunta ..  Quer namorar comigo Jan? Que ser a minha garota?
_  Sim, sim e sim meu garoto.

              Selei nossos lábios enquanto suas mãos percorriam por toda a extensão de meu corpo, me causando arrepios. Ele desfez nosso beijo e começou a beijar meu pescoço e eu bagunçava seu cabelo, até que fomos interrompidos.

_  Da próxima tranquem a porta.  - disse Chaz entrando.  Como está Bro?
_  Ótimo, e você?
_  Imagino, seu tarados. Eu vou bem...
_  Calado Chaz, seu branquelo.
_  Até parece que é muito morena né Jan?
_  Shhh seus chatos.. então, pensei que não iria vir aqui mais.
_  Depois da cena que vi, não espere minha volta haha ... então, estava cheio no trabalho, por isso vim só hoje. E pelo visto as coisas por aqui vão muito bem né?
_  Que chato, credo haha vou ter que ir dar uma volta por aqui.
_  Vai lá falar com Lis.
_  Porque ela não entrou?
_  Torceu o pé e preferiu ficar lá fora.
_  Unhum.. ela está é com dificuldade de andar por causa das noites que passam juntos.
_  Depois o chato sou eu né?
_  Bobo, vou lá.  
_  Não está esquecendo de nada não?  - disse Bieber fazendo biquinho.

                Dei-lhe um beijo e desci para conversar com Lis.


[ ... ]


_  Tem certeza que precisa ir?
_  Sim bebê, eles não iriam nunca me deixar aqui .. mesmo você sendo o "Justin Bieber" ...
_  A não ser que eles não saibam.
_  Como assim? Eles me viram chegar.
_  E viram a Lis sair, não chegar.
_  Você não presta.
_  Vai pro banheiro.
_  Por quanto tempo?
_  Não por muito tempo.
_  Eu te amo seu maluco.

                   Jan foi para o banheiro, pediu para que Lis a acobertasse e ligou para sua mãe avisando que dormiria na casa dela. Eu peguei o que era necessário até o médico entrar com meu remédio.

_  Como se sente?
_  Bem melhor.
_  Aqui seu remédio.
_  Obrigada.  - tomei e entreguei o copo para ele.
_  Precisa de mais alguma coisa?
_  Não, só vou tomar meu banho para poder descansar.
_  Tudo bem, até amanhã então senhor Bieber.
_  Até.

               Ele saiu e eu tranquei a porta, indo pro banheiro.

_  Oi pequena.  - disse abraçando Jan por trás e beijando seu pescoço.
_  Hmmm .. assim não vale.
_  Tudo vale haha, vou tomar um banho, quer vir comigo?
_  Com essa sua carinha de cachorro abandonado, tem como dizer não?
_  A água é fria.
_  Não quero mais haha.  - disse se afastando.
_  Vem aqui, prometo te esquentar depois.  - falei puxando-a para perto de mim.
_  Ei, minha roupa molhou.
_  Então tire antes que se resfrie.  - mordi os lábios.
_  Você não presta  ... e eu adoro isso.

               Jan me atacou depois disso ... essa garota vem me surpreendendo cada diz mais. 

               Tomamos nosso banho e vocês já podem ter uma noção do que aconteceu ali dentro, durante 1 hora e meia de banho.  Saímos de lá e nos arrumamos, deitando em seguida.

_  Jan, você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida.
_  E você na minha Bieber. Eu amo você..
_  Eu te amo.  

               Jan sorriu de lado não dizendo nada, apenas levantou em meu colo abraçando meu corpo com suas pernas e colocou as mãos em meu pescoço, circulei sua cintura com meus braços e trouxe-a pra junto de mim, selei nossos lábios em um beijo apaixonado mas ao mesmo tempo selvagem.


              Ela começou a rebolar no meu colo e quase gemi, mas reprimi, parando o beijo e mordendo os lábios, ela desceu mais os beijos e começou a beijar meu pescoço.

              Minha boca percorreu seu pescoço, sua orelha e seus ombros. Então quando ficamos como vinhemos ao mundo, a penetrei  e mantive os mesmos movimentos enquanto ela rebolada ainda no meu colo.

[ ... ]


_  Bom dia.  - Justin disse beijando minha testa.
_  Bom dia ... olha Juss, você está me deixando safada, eu não era assim.
_  Mas comigo sempre vai ser, e eu amo isso.
_  Você é um taradão haha
_  Seu taradão.

                Ele selou nossos lábios e quando o clima começou a esquentar, escutamos batidas na porta.

_  Justin, abre aqui agora ... a mãe da sua amiga está aqui.
_  Mary, eu sei que você está aí.

                Começamos a rir, o que iríamos fazer se eles nos vesse assim? Colocamos nossas roupas e arrumamos a bagunça feita.

_  Espera, tenho uma ideia ... 

                Bieber jogou um cobertor em uma cadeira que ficava perto da cama como se um furacão tivesse passado. 

_  Fica aí, não levante porque vou enganar eles.
_  Ok.

                Novamente ele me beijou e foi abrir a porta.

_  Que é?
_  Cadê a Mary?
_  Ali  - falou apontando pra cama. -  Não acorde ela. Ela custou dormir nessa cama ruim.
_  Ela precisa ir pra casa.
_  Qual é tia, fazemos isso desde que nos conhecemos.
_  Mas agora que estão juntos é diferente.
_  Não, porque eu nunca faltei o respeito com ela.
_  Quando ela acordar, mande-a direto pra casa.
_  Pode deixar.
_  Você sabe que isso é errado né senhor Justin?
_  Minha mãe paga por isso, ela é minha namorada e melhor amiga, preciso dela comigo. Agora com licença que eu estou com sono.

             Ele fechou a porta com toda a força e foi até mim.

_  Que sexy você nervoso.
_  Pessoas chatas.
_  Vem aqui.

              O abracei e fiquei fazendo cafuné em sua cabeça.

_  Agora eu preciso ir, de verdade. Prometi sair com Lis hoje e mais tarde eu volto pra ficar aqui com você.
_  Tudo bem pequena, eu amo você.  - beijo -  eu amo muito você.  - beijo -
_  Eu também amo você, agora preciso ir.

[ ... ]


               Fui ao shopping com Lis e depois voltei pra casa. Indo até a clínica com mamãe e tia Pattie mais tarde.


------------------------- continua -------------------------
Sobre os Comentários:    
Obrigada Gabi, espero que dê certo mesmo haha! Medo, medo medo >< ... Anna, obrigada por se preocupar sempre, o queijo estava bom kkkk ... Karen, bem vinda de volta *-* gostou desse? ... Amantes do Kidrauhl, vou passar por lá e divulgo aqui :) ... Nath, obrigada por estar gostando, o que achou desse? ... Thai sua vaca, que bom que apareceu *O*

-------------  -----------
Gente, estou morrendo de medo da cirurgia kkkk vocês não tem noção :/ vou ter que me consultar com um outro médico antes de marcar, então essa semana provavelmente ainda posto.

  • Participem do grupo no Face para ficarem atualizada com novos capítulos: aqui .
continua - 
Para quem não leu "One more Nigth" ou se leu e quer ler de novo, clique aqui que estou postando no anime *-*
5 Comentários

Beijos,
Dani.

8 comentários:

  1. Adoreeeeeeeeeeei, genteeeeeeeeeeee. Continua u.u

    ResponderExcluir
  2. Precisa ter medo da cirurgia, não, anjo, que isso. Eu já fiquei internada, é ruim, mas não é nada que não possa passar. Claro que vai ser diferente, mas não deve ser tanto, você é forte e diva, e não tem chance de você morrer com isso.
    Se precisar de mais queijo... VAI COMPRAR, por que eu sou uma ratinha e fico comendo queijo aqui o dia todo, não acaba com meu estoque u.u (e ainda filha de Apolo, deus patrono dos ratos, magina) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    To amando muito, anjo, tá perfeito, viu?! Continua logo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Vc falando "medo, medo, medo" me lembrou de um dos melhores livros que eu já li, Beijada por um Anjo haha ta perfeito, eu to amando demais *-----* boa sorte e continuaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. HAHA!! hum .. taradão , continuaa , e que mal lhe pergunte voce vai fazer cirurgia do que?

    ResponderExcluir
  5. perfeito <3 continua please *__*

    ResponderExcluir
  6. Cada vez melhor *--* kkk
    Muito bom, continua...
    Bjs
    Nath s2

    ResponderExcluir
  7. CONTINUA PELO AMOR DE DEUS
    TA MUITO PERFEITO *-*

    ResponderExcluir
  8. ai,nao to co conseguindo le nao mostra nada ,pela mor de Deus me ajuda se nao vo ter um treco ,pq ate o capitulo 16 (ate onde eu consegui ler,pq o resto nao ta mostrando) esta perfeito

    ResponderExcluir

Beijos e até o próximo capítulo *-*

Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal