maio 17, 2013

One More Night - Parte 4

Capítulo 4 -  Inconcebível
" I'm a tiger in the bedroom a mist in the air at night, inconceivable. "

[...]

Droga !
Justo agora isso tinha que acontecer?
Porra. Só mexo com pessoas estúpidas que não sabem fazer seu trabalho.
Algo tão simples, era só ter sequestrado o veado do filho do Prefeito, mais não, teve que dar bandeira e estragar com tudo. Inferno mesmo.
Ainda mais agora, que eu estava com uma gostosa.
Coloquei meu supras, peguei minha carteira, dei uma ajeitada no cabelo e desci.
Procurei por Kat e à vi sentada no colo de um cara que aparentava ter seus 50 anos de idade.
Achei um absurdo cara. Ele é um velho, tem idade pra ser o avô dela.
Caminhei até ela e tossi cinicamente, fazendo os dois olharem pra mim com cara de "WHT?"
K: Com licença querido
   Ela saiu de seu colo e ele deu um tapa no seu bumbum.
Não curti muito isso, ele é um idoso.
K: Que é Jason?
J: Nossa, que grossa.
K: Eu né HAHA  sorriu cínica  Então, que é?
J: Ele é velho
K: E daí? É um gato, paga bem e muito gostoso por sinal.
J: Deixei a grana dentro da primeira gaveta no seu quarto
K: Obrigada .. era só isso? Porque eu preciso continuar meu serviço
         Ela saiu, me deixando no vácuo.
NINGUÉM.
Eu disse, ninguém deixa Jason McCann no vácuo.

[...]


Ela era perfeita, sexy e sedutora, ver seu corpo balançando sedutoramente para mim, era extremamente excitante, me sentia duro só de vê-la soltar peça por peça de seu lingerie, com o único intuito de me seduzir. O que nem precisava, pois ela me seduziu no momento em que bati meus olhos nela.


[...]

Alguns dias depois ...
Entrei na Boate onde Kat trabalha e ignorei as outras mulheres, me sentei olhando em volta, mas ainda não havia visto ela, 
xx: Olá senhor.   olhei pra cima e era uma linda ruiva.  
J: Olá 
xx: Uma bebida?
J: Whisky por favor ... hey, você viu a Kay... ?  ela revirou os olhos antes de suspirar.  
xx: Kat está dançando, mas daqui a pouco desce.  me contive ao imaginá-la dançando para outro homem.  
J: Eu espero, obrigada.  ela sorriu e foi buscar minha bebida, e não demorou muito para Kat descer acompanhada com o mesmo cara daquele dia.  
Ela foi até o bar e empinou seu bumbum enquanto falava com o bar tender. Logo a garota ruiva se aproximou dela e sussurrou algo em seu ouvido, ela se virou e ficou me encarando por alguns segundos.  
Me preparei para ir atrás dela, mas ela começou a vir em minha direção, sorri, mas meu sorriso sumiu ao ver sua cara fechada.
K: O que faz aqui?  falou irritada ao se aproximar de mim, e não entendi por que ela não parecia nada feliz em me ver?
Com certeza ela estava brava.
K: Em? Te fiz uma pergunta garoto.
J: Bem, eu vim te ver.
K: Por quê? Teve o que queria não é?   grunhi e a puxei para meu colo, ela arfou agarrando meus ombros.  
J: Primeiro doçura, eu não tive nem metade do que queria com você, e segundo achei que tínhamos um acordo.  ela mastigou seu lábio inferior nervosamente.  Não vai dançar pra mim hoje? Acho que você tem que atender seus clientes, todos os seu clientes.
K: Já não bastou o que você fez semana passada?
J: Acho que eu não me lembro, não quer refrescar minha memória lá em cima?  fixei meus olhos aos seus e passei a língua em volta do meu lábio.  

K: Olha Jason...
JAN: Boa noite Jason!
J: Olá senhorita Jannet
JAN: Como vai querido?
J: Tirando a parte de que sua melhor dançarina não está muito afim de dançar comigo, bem e você?
JAN: Agora estou chateada com isso. Como assim Kat querida? Jason é nosso melhor cliente, tem mais que ter a melhor noite, com nossa melhor dançarina.  ela sorriu e saiu, deixando-nos ali sozinhos e Kat morrendo de raiva.  
K: Vamos...
   Ela saiu me puxando os braços e em segundos paramos dentro de seu quarto. 
J: É, acho que quem saiu perdendo aqui foi você.
K: Idiota
J: Que raiva é essa em?
K: O "barraco" que você fez semana passada não foi o suficiente? Olha Jason, eu não matei você porque como disse Jannet, você é "nosso melhor cliente".
J: Interesseira
K: Não atiça
J: Ah .. o que vai fazer?  disse ficando frente a frente com ela.  
K: Uma garrafada na cabeça, uma facada no coração, sei lá....
J: Se quiser posso fazer você usar isso.    falei tirando minha 38 da cintura, fazendo-a arregalar os olhos e dar um passo pra trás.  Hey, não se assuste. Nunca faria nada com você.  coloquei seus cabelos atrás da orelha e ela novamente se afastou.  
K: Eu não vou dançar pra você
J: Não ouviu Jannet?
K: Ouvi sim, mais eu não quero.
J: E se eu te obrigasse?
K: Faço as coisas porque quero, não porque me obrigam.
J: Eu gosto de você... você é diferente das outras.
K: Pena que não posso comparar você aos "outros" porque senão você perde.
J: Duvido muito disso querida Kat, sou um cara muito bem "equipado" se é que me entende.
K: Aquilo não é nada perto de muitos que já vi.
J: Não foi bem isso que ouvi semana passada quando estávamos desmontando esse quarto.
K: ...   ela ficou sem o que falar.  
J: Acho que venci  sorri sínico enquanto ela me encarava sem nenhuma expressão.  Vem aqui, vem.  mordi os lábios e puxei ela pelo braço.  
K: NÃO OUVI QUE EU NÃO ESTOU AFIM?
J: MAIS EU PAGUEI ESSA PORRA
K: PEGUE SEU DINHEIRO DE VOLTA ENTÃO
J: QUEM DISSE QUE EU QUERO?
K: ENTÃO PARA DE RECLAMAR.
J: NÃO ESTOU RECLAMANDO. EU SÓ QUERO O QUE É MEU.
K: EU NÃO SOU SUA.
J: TODAS SÃO MINHAS.
K: NINGUÉM NESSA DESGRAÇA AQUI É SUA, ENTENDEU? VOCÊ NÃO PASSA DE UM PLAYBOY FOLGADO QUE ACHA QUE MANDA EM TUDO, QUE TUDO É SEU E QUE FICA SE PAGANDO DE FODÃO.
J: VAGABUNDA
K: IDIOTA
J: PUTA
K: PINTO PEQUENO.
J: TRAVESTI
K: MAGRELO
J: GORDA
K: VEADO!

Veado não cara, veado não !!

Kat P.O.V

   Assim que chamei ele de veado, ele me encarou fortemente e me puxou contra seu corpo dando início à um beijo quente e muito selvagem. Ele me pegou no colo e me jogou com toda sua brutalidade em cima da cama, ficando por cima de mim :
K: Desgraçado  falei procurando ar.  
J: Gostosa  disse ele chupando meus seios.  Minha gostosa.


K: Eu odeio você Jason
J: Eu sei que não
Ela gemeu beijando minha boca, nossas línguas se encontrando furiosamente. 
Fiquei sobre ela e rocei meus lábios nos seus, mordisquei seu lábio inferior, ela gemeu agarrando meus cabelos e me puxando para baixo, sua boca tomou a minha urgentemente, e a beijei de volta, chupando seus lábios. 
Minhas mãos fora para suas pernas, subindo seu vestido e apertei suas coxas macias, ela gemeu, sorri encarando seus seios e ela mordeu, deitei sobre ela novamente e ataquei sua boca. 
Com a outra mão fui até sua minúscula calcinha e a afastei esfregando meus dedos em seu clitóris, Bella gemeu e enterrei dois dedos dentro dela. Ela suspirou mordiscando meus lábios e arqueou o corpo contra o meu. Sorri e desci beijos para seus seios, seus mamilos mostravam sua excitação, então os chupei, um de cada vez. Mordendo e chupando, ela suspirava e arfava, seu corpo se movendo, seguindo o ritmo dos meus dedos, seus gemidos me fazendo cada vez mais duro. 

 Levantei da cama e tirei a calça com a cueca ficando nu, ela esfregou as pernas. Peguei uma camisinha na cômoda ao lado da cama e rasguei a embalagem.
K: Deixa que eu coloco  ela mordeu o lábio e sorri safado indo para a cama, entreguei o preservativo a ela, e ela me empurrou na cama, sentando em minhas pernas.  
J: Eu gosto de pessoas dominadores  ela riu e acariciou meu pau, agarrando o que coube, me encarando e lambeu a ponta.  GOSTOSA! – ela chupou mais forte a ponta, e gozei em sua boca.  Quero sentir sua boceta, quero sentir seu gosto Kat.  sorrindo maliciosamente ficou de pé e tirou a calcinha.   Kat estava rebolando na minha cara e a dei um tapa, ela olhou mordendo o lábio. Ainda rebolando agarrou meu pau e o foi guiando para sua entrada. Gemi sentindo sua boceta engolindo meu pau.
Ela sentou completamente e apoiou suas mãos em meu peito rebolando enquanto eu segurava sua cintura com força. Desci minhas mãos até sua bunda e a fiz subir e descer sobre meu membro.
Gememos alto, era fodidamente bom. 
Me levantei sentando e ficamos cara a cara, ela me abraçou pelo pescoço e beijou minha boca, segurei seu bumbum e aumentei nossas investidas. Ela gritava e rebolava,  separei minha boca da dela ofegante, e beijei seu pescoço, descendo os lábios para seus seios.

[...]

J: Kat?


O que acham que ele vai dizer?

PRECISO DOS COMENTÁRIOS!

5 Comentários

Amores, ajudem a Divulgar a Imagine com seus amigos :D É muito importante uma "escritora" ter suas IBs reconhecidas *-*


  • Deixem abaixo o Twitter de vocês para eu mandar os capítulos seguintes.
  • Sejam sinceras nos comentários por favor haha É melhor eu saber a verdade do que escrever algo ruim.
  • Coloquem seu Blog nos comentários que eu irei divulgá-los nos capítulos.

     

LEIAM AQUI :

Boa noite meus Chuchus *-* Então, quem aí tá afim de postar uma IB no meu Blog? Me adicionem  no Face  e falem comigo sobre a Imagine que querem escrever. Preciso de alguém que não demore muito, tipo, posta hoje e o próximo só daqui 5 dias porque nem dá né? Enfim, me adicionem, falem comigo e caso eu gostar de como será a IB eu coloco vocês como uma das escritoras.

3 comentários:

  1. GENTEN, oq foi isso *OOOOO* haha, Jason ficou com ciúmes? D: omg, socorro. q lindo, eu desconfiei q ele gostava dela u.u a Kat temq deixar de ser difícil ;@ afz, tá dando até pena do coitado. q fanfic é essa, mds. é muita putaria num lugar só HEHE, buuut, eu gosto 66' continua, tá muito vida.

    ResponderExcluir
  2. Gente, só vai ter capítulo hot? Que isso ein!? Vc ta inspirada kkkkkkkkk ta td perfeito, continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  3. que perfeitooooooo daaani ><

    ResponderExcluir

Beijos e até o próximo capítulo *-*

Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal